segunda-feira, 9 de julho de 2012


O cristão pode ou não pode assistir a lutas do UFC (Ultimate Fighting Championship)? O UFC é uma organização americana de artes marciais mistas ou MMA - Mixed Martial Arts. As lutas envolvem uma mistura de estilos como Jiu Jitsu, Boxe, Wrestling, Muay Thay, Karate e outras.
O MMA (Artes marciais mistas) é hoje uma das modalidades esportivas que mais cresce no mundo e também no Brasil, que por sinal possui os melhores lutadores do esporte.
Além de Vitor Belfort, outro atleta cristão, o capixaba Erick Silva, que a exemplo de Belfort, entrou com o nome Jesus escrito no calção e tem como um de seus apoiadores o Senador evangélico Magno Malta.
Diante disto, queremos conhecer sua opinião. O cristão pode assistir a lutas do UFC? Participe e deixe o seu comentário.


8 comentários:

  1. Bom....eu não vejo nenhum problema .. assim como Erick Silva outro capixaba cristão é o Rodrigo Dann...e também conheço um presbiteriano que pratica MMA, não só pratica mas tem um projeto que ensina Jiu Jitsu dentro da igreja, quem quiser conferi é na 1°IPB de Guarapari.
    A luz das escrituras não observei, até hoje, nenhum impedimento, posso estar errado.
    bom essa é minha opinião.
    Abraço a todos.
    dêem uma lida em 1° Coríntios 9: 15 a 27.
    ERISON GODOY FRANCISCO

    ResponderExcluir
  2. Existem esportes que envolvem luta, como o judô, que conseguem preservar a integridade física dos praticantes, no entanto, UFC, Box, luta livre e similares extrapolam o limite expresso em "não matarás", tal como expresso no catecismo maior de Westminster:

    134. Qual é o sexto mandamento?
    O sexto mandamento é: “Não matarás.”
    Êx 20.13.

    135. Quais são os deveres exigidos no sexto mandamento?
    Os deveres exigidos no sexto mandamento são todo empenho cuidadoso e todos os esforços legítimos para a preservação de nossa vida e a de outros, resistindo a todos os pensamentos e propósitos, subjugando todas as paixões, e evitando todas as ocasiões, tentações e práticas que tendem a tirar injustamente a vida de alguém; por meio de justa defesa dela contra a violência; por paciência em suportar a mão de Deus; sossego mental, alegria de espírito e uso sóbrio da comida, bebida, remédios, sono, trabalho e recreios; por pensamentos caridosos, amor, compaixão, mansidão, benignidade, bondade, comportamento e palavras pacíficos, brandos e corteses; a longanimidade e prontidão para se reconciliar, suportando pacientemente e perdoando as injúrias, dando bem por mal, confortando e socorrendo os aflitos, e protegendo e defendendo o inocente.
    Gn 37:21,22; Dt 22:8; I Sm 14:45;19:4,5;24:12;25:32,33;26:9-11; I Rs 21:9,10,19; Jr 26.15,16; Sl 37:8,11;82:4;127:2; Pv 1:10,11,15;10:12;17:22;22:24,25;23:20,29,30;24:11,12;25:16;31:8,9; Is 38:21;58:7; Zc 7:9; Mt 4:6,7;5:22,24;9:12;10:23;25:35,36; Mc 6:31; Lc 10:33,34; 21:19; Rm 12:18,20,21;13:10; I Co 4:12,13;13:4,5; Ef 4:26;5:29; I Tm 4:8;5:23; I Pe 2:20;3:3,4,8,9; I Ts 5:14; II Ts 3:10,12; Cl 3:12,13; Hb 12:5; Tg 3:17.

    136. Quais são os pecados proibidos no sexto mandamento?
    Os pecados proibidos no sexto mandamento são: o tirar a nossa vida ou a de outrem, exceto no caso de justiça pública, guerra legítima, ou defesa necessária; a negligência ou retirada dos meios lícitos ou necessários para a preservação da vida; a ira pecaminosa, o ódio, a inveja, o desejo de vingança; todas as paixões excessivas e cuidados demasiados; o uso imoderado de comida, bebida, trabalho e recreios; as palavras provocadoras; a opressão, a contenda, os espancamentos, os ferimentos e tudo o que tende à destruição da vida de alguém.
    Gn 9:6; Ex 1:14;20:9,10;21:18-36;22:2; Nm 35:16,31,33; Dt 20.1-20; Is 3:15; Pv 10:12;12:18;14:30;15:1;28:17; Mt 5:22;6:31,34;25:42,43; Lc 21:34; At 16:28; Rm 12:19; Gl 5:;15; Ef 4:31; Hb 11.32-34; I Pe 4:3,4; I Jo 3:15; Tg 2:5,16;4:1.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia! Gustavo, prazer!
      ...Os pecados proibidos no sexto mandamento são: o tirar a nossa vida ou a de outrem, "exceto no caso de justiça pública, guerra legítima, ou defesa necessária;"
      Amado irmão com todo respeito, não existe "exceto" em tirar a vida de alguém dentro da Palavra do nosso Deus. Pelo contrário, nós temos que estar dispostos a morrer por qualquer um a qualquer momento, pois a nossa salvação está garantida em Cristo, morrer para que outros possam vivenciar o AMOR de Deus/Jesus para nós é lucro. Nunca devemos concordar com nenhum tipo de forma que tire a vida de outra pessoa, independente de ser por ato público, ou guerra ou defesa necessária... Devemos viver como Jesus. 1João 2.6. Desculpe sair do assunto principal, mas nem acreditei no que estava escrito ai e Deus me falou para testificar o Amor Dele aqui. Em relação ao seu ponto de vista do UFC, excelente comentário, gostei.
      1Coríntios 13.

      Excluir
  3. Thiago S Marques9 de julho de 2012 23:49

    Boa noite, na minha opinião não vejo problema em assistir ou até mesmo praticar o esporte. Temos muito atletas que são evangélicos com pro exemplo o Vitor Belfort e o Rodrigo Dann. O MMA nada mais é um esporte como outro qualquer e ainda creio qeue pode ser usado para evangelizar a partir de projetos sociais, que se não me engano assim é feito na 1ª IPB de GUarapari.

    ResponderExcluir
  4. Não vejo problema algum, a luta de UFC é um esporte, uma competição, e não uma briga de rua onde as pessoas lutam para simplesmente agredir fisicamente a outro ou até mesmo mata-lo. Existem regras a ser seguidas no UFC, é algo organizado. E como já disse, é um esporte como qualquer outro.
    Não creio que esteja infringindo o "Não Matarás", pois nas lutas ninguém tem a intenção e nem nunca matou o oponente. E caso isso venha a ocorrer, certamente o lutador que matou o outro será condenado conforme as leis vigentes no país.
    E esse também é o trabalho dos lutadores, eles são profissionais, e é das lutas que eles tiram o sustento para sua familia.
    Bom essa é a minha visão, posso estar errado.

    Abraço a todos.

    Thiago Alexandre

    ResponderExcluir
  5. Bom dia!

    Muito interessante o ponto de vista de vocês.
    Dia 15 de julho, após a EBD, conversamos sobre este assunto, um grupo. Alguns diziam que eram a favor, outros diziam que eram contra... eu digo que devemos perguntar a Deus e saber o que Ele tem a dizer sobre isto e tudo o mais em nossas vidas.
    Sabem eu tenho percebido que andamos fazendo as coisas da forma que nos agrada. Não paramos para saber a Vontade de Deus. Não paramos para perguntar a Deus as coisas antes de tomarmos decisões/escolhas sejam elas quais forem...
    Se queremos viver segundo a Vontade de Deus, não deveriamos perguntar a Ele o que Ele quer que nos façamos? Não deveriamos nós sermos guiados pelo Espírito Santo?
    Então porque sempre estamos falando e fazendo da forma que achamos correto?... A Bíblia fala que enganoso é o coração do homem (Jeremis 17:9), podemos confiar no nosso coração?...
    Quando Deus criou o homeme ele era totalmente dependente de Deus, mas o homem desobedeceu a Deus e tornou-se independente durante muito tempo...Então depois Deus enviou seu Filho para restaurar todas as coisas (Colossenses 1:20), e assim o homem tornou-se totalmente dependente de Deus novamente. E agora nós novamente vamos procurar ser independentes?
    Pense nisto... O quanto você é dependente de Deus?
    Escrevi isto não somente em relação ao UFC, mas em relação a tudo. Nós somos a Luz do mundo, o Sal da terra... Nós temos brilhado? Nós temos temperado a terra?
    Se sim, porfavor me mostrem porque eu não tenho visto o mundo caminhar para um bom caminho...
    Eu fico a imaginar tudo o que Jesus fez, tudo que seus discípulos fizeram, e algumas pessoas como William Wilberforce (se você não o conhece pesquise sobre ele, ou assista seu filme Jornada Pela Liberdade "Amazing Grace"2006) e o que nos temos feito...
    Em relação ao UFC, o que Deus me falou foi isto: 1Coríntios 13, (fala que para tudo que nós fazer a motivação deve ser o AMOR). Se eles estiverem com esta motivação, não tem nehum problema. ^^
    Abraço para todos! Otimo dia, que Deus nos guie e nos encha até que dentro de nós só ache Ele.
    Paz de Cristo amados.
    Gustavo de Oliveira Fagundes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto." Isaías 55:6

      Excluir
  6. Bom eu vejo muito problema do crente em assistir ou praticar esse tipo de modalidade "esportiva", pois o fim maior é a finalização do oponente por meio de golpes brutais e estrangulamento (não é atoa que muitos se dirigem ao hospital após as lutas. A agressão intencional é claramente repreendida pelas Escrituras.

    Não adianta colocar o comportamento dos oponentes após à luta, pois então estaríamos dizendo que se for pra se abraçarem depois da luta pode esmurrar o adversário mesmo que se corra risco de uma lesão corporal irreversível! Na minha opinião é algo muito irracional, chegando muito próximo das lutas de gladiadores na Roma Antiga!

    Lutador evangélico? na minha opinião isso não é prova de que é bom, saudável, inofensivo, pois temos evangélicos em tudo quanto é área da música, arte e tudo mais! Tem evangélico até no PORNÔ, isso não faz dele algo bom! na minha opinião o que eles fazem é muito contrário da fé que professam! Essa é minha franca opinião!

    ResponderExcluir